início do conteúdo

IFMT inicia projeto de inclusão social para Travestis e Transexuais

Publicado em: Campus Rondonópolis / 7 de Dezembro de 2017 às 09:18

Representantes do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) Campus Rondonópolis realizaram, nesta semana, uma visita ao bairro periférico Jardim das Paineiras, com o objetivo de apresentar o curso de Formação Inicial Continuada (FIC) para o Grupo de Apoio a Travestis e Transexuais do município. O curso conta com o aval do reitor Willian de Paula e da diretora geral Laura Aoyama.

O projeto de inclusão social visa oferecer capacitação na área de Operador de Computador para até 30 transexuais que moram no albergue. Além do curso de computação, as trans terão matérias relacionadas a direitos humanos, comunicação, relações interpessoais e imagem pessoal.

O curso de 90 horas tem inicio previsto para segunda quinzena de janeiro de 2018 e foi pensado de uma forma que possa tirar esse público da zona de risco e da informalidade. Na reunião, parte do plano de trabalho foi construído junto com o grupo para que possa atender as principais necessidades.

O reitor do IFMT, Willian de Paula, destacou que a Instituição vem se preocupando cada vez mais com que questões sociais, e, por isso, uma das ações realizadas este ano foi o reconhecimento do nome social. “Exatamente preocupados com essa situação ajustamos a questão do nome social. E queremos saber mais da realidade delas para entendermos melhor e depois termos novas propostas de cursos”, disse o reitor.

Segundo a presidente do Grupo de Apoio a Travesti e Transexuais de Rondonópolis, Adriana Liário, 90% das trans que estão na prostituição se tivessem outra oportunidade mudariam de vida. Contudo, devido ao preconceito e rejeição da família que as expulsam de casa, acabam não tendo muitas alternativas.

“Nós queremos voltar aos estudos, tanto que tem duas que estão sendo alfabetizadas, mas enfrentamos muitos preconceitos, desde a hora de pegar o ônibus até na escola, na hora de definirem qual banheiro podemos utilizar. Então essa porta aberta será muito importante para nós”, explicou Adriana.

O curso será realizado no Campus Rondonópolis, três vezes por semana, com as aulas sendo ministradas pelos próprios professores do IFMT.

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

Avenida Sen. Filinto Müller, 953 - Bairro: Duque de Caxias - CEP: 78043-400

Telefone: (65) 3616-4100

Cuiabá/MT