Reitoria
início do conteúdo

Pesquisa desenvolvida em conjunto por pesquisadores e estudantes do IFMT e IFPB é apresentada em Congresso Nacional de Educação

Publicado em: Reitoria / 7 de Junho de 2018 às 08:54

Na última sexta-feira, dia 01 de junho de 2018, pesquisadores do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e do Instituto Federal da Paraíba (IFPB) e mestrandos do PPGEn UNIC/IFMT, apresentaram trabalhos com resultados parciais baseados no cruzamento de pesquisas do Grupo de Pesquisa Humanidades e Sociedade Contemporânea do IFMT (GPHSC) no II CONEPI https://doity.com.br/conepi – Congresso Nacional em Educação & Práticas Interdisciplinares, realizado em João Pessoa, Paraíba, de 31 de maio a 02 de junho de 2018. Os trabalhos também contaram com inserção de pesquisadores de outras instituições e teve a apoio da Direção Geral do IFMT Bela Vista e também do IFPB Campus João Pessoa.

O primeiro trabalho apresentado, Educação em Direitos Humanos no Contexto da Rede*, tratou dos resultados de um estudo que uniu duas vertentes de estudo: uma pesquisa qualitativa envolvendo a temática bullying e a violação dos direitos humanos entre adolescentes, desenvolvida através da aplicação de questionário on-line com 616 alunos do ensino médio de escolas públicas e privada de Mato Grosso, e uma pesquisa bibliográfica e documental na Paraíba com a temática sobre Direitos Humanos, abrangendo levantamento de dados acerca da legislação e jurisprudência no âmbito nacional e local, e pesquisas acadêmicas realizadas no Estado da Paraíba envolvendo várias questões relacionadas aos direitos humanos nas temáticas: bullying, cyberbullying, gênero e violência sexual, respeito à diversidade e orientação sexual e inclusão de pessoas com deficiência.

O objetivo geral do trabalho se constituiu em confrontar os resultados parciais da pesquisa no IFMT com os do IFPB, procurando diagnosticar os processos de violação dos direitos humanos entre adolescentes e analisá-los a partir dos referenciais teóricos pesquisados.

Para Gabriel Belo Lyra e Lima, estudante do curso de Administração no IFPB e pesquisador do GPHSC, "o fortalecimento das estratégias de inclusão no IFPB e na Rede Federal de Ensino foram um dos resultados mais notórios da pesquisa, sobretudo, o envolvimento de toda a comunidade escolar, nos eventos ao longo do calendário acadêmico e na convivência diária".

No segundo trabalho, Ambiente Escolar Regular e a Inclusão de Alunos Surdos**, apresentou um recorte temático acerca da inclusão de alunos surdos no ambiente escolar regular. A pesquisa iniciou-se a partir de uma investigação teórica sobre o tema e, em um segundo momento foram demonstrados dados embasados em documentos e informações fornecidos por uma instituição federal de ensino no Estado da Paraíba, acerca das estratégias adotadas e as condições de desenvolvimento da educação inclusiva.

"Um dos principais objetivos da propagação de tais políticas de inclusão, é viabilizar não só o acesso, mas, também, a permanência escolar dos alunos com deficiência e o desenvolvimento de sua formação pessoal e profissional na Rede Federal de Ensino. Abordar tais discussões em um evento nacional de educação foi uma experiência enriquecedora, visto que o trabalho foi discutido com profissionais das diversas áreas de atuação educacional. Destacamos ainda, que as políticas de inclusão repercutem diretamente na conquista da autonomia e do protagonismo dos alunos com deficiência no Instituto Federal, aumentando a pluralidade de sujeitos, viabilizando assim, a criação de um ambiente onde cada um possa contribuir com a sua singularidade para a construção do todo no processo educacional", explicou Gabriel.

Para finalizar, também foi apresentado um trabalho sobre Economia Criativa em Cuiabá***. Nele, foram apresentados os resultados de um levantamento de dados sobre a região metropolitana de Mato Grosso e pesquisa bibliográfica, trazendo subsídios para pensar a relação da economia criativa com o bem-estar, sustentabilidade e educação na região.

Segundo Antônio Ananias Mota Júnior, engenheiro de produção (UNIC), "economia criativa abarca o mundo empresarial e educacional, uma vez que envolve um processo de criação e qualificação só possível através da educação, por isso a importância de apresentar em um evento como este, mostrando as possibilidades de bem-estar e inclusão social através da economia criativa".

*EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS NO CONTEXTO DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
Autores: Isabel Cristina Silva, Gilson Pequeno Silva, Mestrandos em Ensino do PPGEn - IFMT/UNIC, Gabriel Belo Lyra e Lima e Raquel Martins Fernandes Mota.

**AMBIENTE ESCOLAR REGULAR E A INCLUSÃO DE ALUNOS SURDOS: LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO DOCUMENTAL
Autores: Amanda Silva de Lima, Raquel Martins Fernandes Mota e Gabriel Belo Lyra e Lima

***ECONOMIA CRIATIVA: INOVAÇÃO, DIVERSIDADE CULTURAL, SUSTENTABILIDADE E INCLUSÃO SOCIAL NA REGIÃO DO VALE DO RIO CUIABÁ
Autor(es): Antônio Ananias Mota Júnior, Carlos Roberto Rabelo Machado e Raquel Martins Fernandes Mota.

Cristiane G. Fronza / Jornalista do IFMT - Campus Várzea Grande

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

Avenida Sen. Filinto Müller, 953 - Bairro: Duque de Caxias - CEP: 78043-400

Telefone: (65) 3616-4100

Cuiabá/MT